Coronavírus: dicas de locomoção para evitar o contágio

Em tempos de coronavírus, separamos algumas dicas importantes que podem ser utilizadas por aqueles que vão se locomover pelas cidades

Esse post destina-se a você viajante ou residente em cidades afetadas pela pandemia do novo coronavírus (Sars-Cov-2) e que vem cumprindo as recomendações de distanciamento social. Aqui, daremos dicas simples de como se prevenir desse vírus que vem ameaçando a liberdade, o convívio social e a saúde de grande parte da população do planeta.

A primeira coisa a se entender é que evitar a contaminação por um vírus tão contagioso como esse, logo no início, é de extrema importância para reduzir o ritmo de sua disseminação e não sobrecarregar o sistema de saúde de sua cidade. Além disso, quanto mais o tempo passar, mais a ciência e a medicina irão desenvolver protocolos mais seguros de tratamento, novos medicamentos e, em médio prazo, uma vacina capaz de frear o crescimento da COVID-19 pelo mundo.

Então, mais do que nunca, aqui vale a famosa máxima: é melhor prevenir, do que remediar. Se puder, fique em casa. Peça tudo pela internet, por aplicativos ou pelo telefone. Mas se você precisa sair de casa, preparamos algumas dicas para garantir que você circule pela cidade da forma mais segura possível.

Orientações gerais de prevenção do coronavírus para quando você precisar se deslocar

Uma vez na rua, evite o contato físico. Dirija, caminhe ou pedale com atenção, sem pressa e com calma. Evite acidentes. Guarde uma distância de, pelo menos, 1.5m de outras pessoas. Não leve as mãos no rosto, boca, nariz e olhos. De preferência, utilize máscara, especialmente se você fizer parte do grupo de risco (acima dos 60 anos ou com doenças de base). Mas lembre-se que para usá-las corretamente, você não deve tocá-la depois de colocá-la, e deve lavar as mãos antes e depois de vesti-las. Finalmente, lave as mãos com sabonete ou álcool gel assim que chegar ao seu destino e antes de sair dele.

Listamos os cuidados específicos para prevenção do coronavírus durante seu deslocamento

Evite transportes públicos.

Os transportes públicos deslocam milhares de pessoas todos os dias.  Manter uma limpeza adequada desses meios é bem difícil, logo não é uma boa escolha utilizá-los. Mas se essa for sua única opção, siga à risca todas as orientações acima e, se possível, evite os horários de pico de uso desses transportes.

Prefira deslocar-se à pé ou de bicicleta.

Se o percurso a ser percorrido for curto, prefira ir à pé, de bicicleta ou patinete. Para confirmar qual é a sua distância até o seu destino, você pode fazer uma pesquisa prévia no Google Maps.  Preencha primeiro o seu destino. Depois, clique em ROTAS e adicione seu ponto de partida. Na barra de cima, escolha o bonequinho para rotas à pé ou a bicicleta para visualizar o percurso e a simulação de tempo a ser gasto no deslocamento. E lembre-se de respeitar sempre as leis de trânsito – atravesse sempre na faixa, pedale sempre na direção da via e respeite os pedestres.

Para percursos mais longos.

Uma boa solução para grandes deslocamentos seria utilizar táxi ou qualquer aplicativo de transporte privado urbano. Nesse caso, um cuidado adicional seria requisitar que o motorista abrisse os vidros do carro. E, após deixar o veículo, lembre-se de higienizar as mãos assim que possível. O uso de mototáxi não é recomendado por conta do uso coletivo do capacete e da proximidade física entre passageiro e motorista.

De preferência, use o seu carro.

Essa é a forma mais segura de deslocamento, já que seu carro tem uma menor probabilidade de contaminação pela baixa circulação de pessoas em seu interior. Mesmo assim, prefira andar de janelas semi-abertas e higienize as mãos, especialmente, antes de tocar na chave e no interior do veículo.

Você também pode dirigir morando fora do Brasil.

As orientações para quem mora no exterior são as mesmas. A diferença é que para dirigir, em grande parte dos países, você precisa ter uma Permissão Internacional para Dirigir (PID), também conhecida como Carteira de Habilitação Internacional. Além dos DETRANs, a única entidade brasileira autorizada pelo DENATRAN para emissão da PID é o Automóvel Clube Brasileiro (ACBr). Para isso, basta que você tenha uma Carteira de Habilitação Nacional (CNH) válida de qualquer estado brasileiro.

Você pode alugar um carro ao fazer uma viagem internacional.

Além das dicas acima, sugerimos que antes de embarcar confira as recomendações sanitárias do país ou países de destino. Se a sua opção de locomoção local for alugar um veículo, cheque com a locadora quais protocolos de higienização ela está praticando em sua frota. Ainda assim, se você quiser fazer a higienização do veículo antes de utilizá-lo, o indicado é que seja utilizado álcool isopropílico para limpeza das peças plásticas. Dê atenção especial aos locais onde mais colocamos as mãos, como o volante, seta, marcha, comandos da porta, retrovisor, porta-luvas e os botões do painel. Em grande parte dos países, você também vai precisar de uma Permissão Internacional para Dirigir (PID).

Essas são dicas simples, mas úteis para um deslocamento mais seguro. Como regra geral, alimente-se bem e faça exercícios físicos, mesmo em casa; essas práticas vão fortalecer o seu sistema imunológico. E o mais importante: proteja-se. Cuidar bem de você é cuidar bem de todos. Lembre-se: somos todos um só.

Quer saber mais sobre a Permissão Internacional para Dirigir (PID)? Acesse o nosso site www.carteirainternacional.org e solicite já a sua.

Tagged : / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / / /